Vittacor - Excelência em Cardiologia

Seg - Qui das 7:00 às 18:30 | Sex das 7:00 às 17:30

Responsável Técnico: Rogério Carregoza Dantas - CRM/SC 11273

Blog

11 set

Qual a importância de se realizar o ecocardiograma fetal?

O Ecocardiograma fetal é capaz de descartar a presença de doenças cardíacas causadas por uma falha no desenvolvimento normal do coração do bebê.

Sabemos que a incidência de alterações cardíacas congênitas na  população geral é de 1 para cada 100 bebês  nascidos vivos, ou seja, cerca de 1%.

O estudo mais detalhado das conexões das cavidades cardíacas entre si e com os principais vasos, o registro adequado das velocidades dos fluxos sanguíneos em diversos pontos da circulação fetal e a análise do impacto que as alterações encontradas farão na vida após o nascimento somente são possíveis através da realização do ecocardiograma fetal por médico especialista com treinamento específico em cardiopatias congênitas

A gestante que não realiza o ecocardiograma fetal e somente tem o coração do bebê analisado pelo ultrassom obstétrico deixa de ter o diagnóstico de defeitos cardíacos em 75% das vezes já que o detalhamento anatômico do coração não é o objetivo do exame.

Muitos obstetras já incluem em sua rotina pré-natal o ecocardiograma fetal para todas as gestantes aumentado a segurança e a tranquilidade dos pais e da equipe médica assistente.

A importância do ecofetal é tamanha que já foi aprovado na Câmara dos Deputados e agora tramita no Senado, um projeto de lei que torna obrigatória a disponibilização do exame para as gestantes que utilizam a rede pública em seu pré-natal.

 

← Voltar para listagem